História

 

Oficialmente, a data de fundação do Nacional Atlético Clube é 16 de fevereiro de 1919, mas surgiu em 1903 da iniciativa de funcionários da São Paulo Railway Company, uma companhia ferroviária inglesa que criou o clube para ser uma alternativa de entretenimento e lazer para os ferroviários e seus familiares.

 

 nome do clube inicialmente era São Paulo Railway Athletic Clube, mas a concessão de serviços da empresa no Brasil terminou em 1946, quando a estrada de ferro foi nacionalizada, e a agremiação teve sua denominação alterada para Nacional Atlético Clube. Mesmo com a mudança, manteve as cores iniciais, o azul, o vermelho e o branco, em alusão à bandeira da Inglaterra.

 

 Em 1946, em uma partida realizada no estádio do Pacaembu contra o Clube de Regatas Flamengo (RJ), a equipe entrou em campo no primeiro tempo com a camisa do São Paulo Railway e, no intervalo, trocou o uniforme, e voltou para a segunda etapa ostentando o nome Nacional Atlético Clube.

 

 No ano de 1935, ainda com seu antigo nome, ao lado de outros clubes da capital como São Paulo, Palmeiras, Corinthians e Portuguesa, foi um dos fundadores da Federação Paulista de Futebol. No ano seguinte, participou de seu primeiro campeonato profissional, o Campeonato Paulista da Primeira Divisão.

 Nacional manteve-se na elite por quase duas décadas, até 1953, quando, por dois anos consecutivos, ficou fora das competições profissionais. O clube retornou às atividades em 1955, novamente na Primeira Divisão, onde permaneceu até 1959, data em que foi rebaixado à Segunda Divisão.

 

 Mais uma década se passou e mesmo com a Lei do Acesso em vigor desde 1947, o Nacional não conseguiu voltar à Primeira Divisão. Em 1971, o clube novamente esteve por dois anos longe das competições profissionais, retornando em 1974. Nesse período, sagrou-se, em 1972, campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior. Em 1975, ficou ausente mais uma vez dos gramados, retornando em 1976.

 A partir daí, o clube participou, até 2007, de todas as edições de competições estaduais profissionais. De 1976 até 1993 esteve na atual Série A2, mas foi rebaixado à A3, sendo campeão da Copa São Paulo de Futebol Júnior pela segunda vez, em 1988. No ano seguinte, o Nacional conquistou seu primeiro título: Campeão Paulista da Série A3, retornando no ano seguinte à Série A2. Entretanto, em seu retorno não conseguiu se manter e foi, mais uma vez, rebaixado à A3. 

 Em 2000, conquistou novamente o título da Série A3 e, em 2005, quase chegou ao seu terceiro título de Copa São Paulo de Futebol Júnior, ao conquistar o vice-campeonato da competição. Em 2007, fez campanha ruim e caiu para a Série A3 do Estadual. Para piorar a situação, no ano de 2009, a equipe terminou a competição na 19ª colocação e, assim, foi rebaixada à Segunda Divisão.

Em 2014 com uma campanha memorável, o Nacional sagrou-se campeao da Segunda Divisão 2014, onde disputou 30 jogos, com 17 vitórias, 8 empates e apenas 5 derrotas, fez 54 gols, sofreu 26 gols, o atacante Sócrates foi o artilheiro da segundona com 16 gols. E em 2015 está de volta a serie A-3.

 

 

 

Estádio Nicolau Alayon

 

O Estádio do Nacional é o conhecido Nicolau Alayon, localizado na Rua Comendador de Souza, em São Paulo. O nome é uma homenagem a um uruguaio apontado como um dos maiores entusiastas dirigentes da história do clube, sendo o presidente da época da construção do estádio. Inaugurado no dia 14 de maio de 1938 e, no primeiro jogo, o Nacional foi derrotado por 2 a 1 pelo Corinthians